terça-feira, 26 de agosto de 2014

Seguindo pela vida

E as pétalas deslizavam sobre o vento como se surfassem em ondas.
O céu entorpecido pelo sol, brilhava em seu esplendor.
O vento refrescante percorria a minha face.

E assim o tempo ia passando naquele fim de tarde único.

Eram pensamentos, sonhos, um enorme desejo de permanecer, ali, diante da vida. O som da vida se formava com as ondas envolvendo as rochas, em sua jornada.

A paisagem se transformava, a luz da vida permanecia acesa, atenta para as maravilhas da vida.

Já não havia mais tempo para lamentar.
Os minutos percorriam na lentidão dos sonhos.

A noite se aproximava, a lua timidamente surgia.

Era hora de partir, de voltar para casa.
O caminho de volta seria longo porém suave em sua nova concepção.

A rua estava vazia, quando diante da vontade de viver, eu dirigia novamente. Era o momento de contemplar, relaxar, manter-me em sintonia com a esfera universal.

Os vidros que estavam fechados foram abertos, o vento não percorria somente a fria lata automotiva, mas também o seu interior.

E assim o dia seguia em sintonia com a vida...

Fernando Lapolli
Pensar bem faz bem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

>>> Por gentileza informe o seu nome no final de seu comentário.